PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Angelina Jolie pede maior compromisso dos EUA com o mundo na ONU

29/03/2019 19h05

Nações Unidas, Estados Unidos, 29 Mar 2019 (AFP) - Se descrevendo como uma patriota americana, Angelina Jolie defendeu nesta sexta-feira um maior compromisso dos EUA com o mundo, em um discurso na sede das Nações Unidas que contrastou com as opiniões do presidente Donald Trump.

A atriz e enviada especial da ONU para os refugiados fez o discurso principal em uma conferência para aumentar o apoio às missões de manutenção da paz da organização, em um momento em que os Estados Unidos pretendem fazer grandes cortes orçamentários para as operações.

"Sou uma patriota. Amo meu país e quero vê-lo prosperar", disse Jolie em frente à Assembleia Geral em Nova York.

"Também acredito em um Estados Unidos que faça parte de uma comunidade internacional", acrescentou.

"Com países que trabalhem juntos em condições de igualdade é a forma de reduzirmos o risco de conflitos. É a maneira como evitamos a necessidade de enviar homens e mulheres de nossas Forças Armadas para lutar e se sacrificar no exterior".

A atriz também fez um pedido para aumentar o número de mulheres nas missões de paz da ONU.

As Nações Unidas foram criadas para encontrar formas de resolver as diferenças de maneira pacífica, e "estamos interessados em que a ONU o faça de forma eficaz, se aproximando da vida dos cidadãos e não sendo desperdiçada", acrescentou.

O elogio de Jolie à ONU contrastou com o desprezo que o governo do presidente dos EUA, Donald Trump, tem mostrado pela organização mundial.

Trump cortou o financiamento dos EUA para a organização e seu assessor de segurança nacional, John Bolton, um ex-embaixador da ONU, disse que se o prédio de 38 andares da ONU "perder dez andares, isso não faria grande diferença".

cml/mdl/mps/llu/ap/ll

Internacional