Topo

Mais de 7.000 sírios deixam campo de refugiados perto da Jordânia

26/04/2019 11h05

Beirute, 26 Abr 2019 (AFP) - Mais de 7.000 pessoas deixaram o campo de refugiados de Rokbane, no sudeste da Síria, perto da Jordânia, desde o início de março, anunciou sexta-feira o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

As pessoas deslocadas para aquele campo pela guerra organizaram por seus próprios meios o transporte para uma zona localizada perto, onde o nível de violência baixou, informou o OCHA em um comunicado oficial.

Alguns foram transferidos em veículos particulares ou fretados pelo governo sírio para quatro abrigos coletivos na cidade de Homs (centro), sob o controle do regime.

Outros retornaram às suas casas, nos casos em que seu local de origem estava localizado na região de Homs, de acordo com o comunicado do OCHA.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), com sede no Reino Unido, os deslocados que retornaram às áreas sob controle do regime chegaram a "acordos de conciliação" com o governo.

O campo de Rokbane, em uma área desértica na fronteira com a Jordânia, é um conjunto de tendas de lona, onde os deslocados enfrentavam condições difíceis, como frio invernal e falta de atenção médica.

rh-ho/ah/all/iw/mar/age/cn

Mais Internacional