Topo

Juiz dá razão a democratas que investigam finanças de Trump

20/05/2019 21h01

Washington, 21 Mai 2019 (AFP) - Um juiz federal deu a razão segunda-feira (20) aos parlamentares democratas que exigem documentos sobre as finanças do presidente Donald Trump antes de sua chegada à Casa Branca.

É a primeira vez que o sistema de justiça dos EUA intervém no conflito entre o presidente e a oposição democrática que, aproveitando sua nova maioria na Câmara dos Deputados, abriu várias investigações sobre o presidente republicano.

Trump, que afirma ser vítima de "assédio", recusa-se a cooperar nessas investigações de seus impostos e finanças.

No caso julgado nesta segunda-feira, os democratas suspeitam que o presidente inflou o valor de seus ativos para obter empréstimos.

Para confirmar isso, os congressistas da oposição exigiram que seu ex-escritório de contabilidade transmitisse uma série de documentos financeiros para eles.

A Casa Branca então recorreu à justiça para bloquear a petição democrata, alegando que o Congresso não precisa obter tais informações para cumprir sua tarefa de legislar.

Na segunda-feira, um juiz em Washington rejeitou esse argumento e considerou que esses documentos poderiam ser entregues como parte de uma "investigação justificada".

Um advogado de Trump anunciou que vai recorrer dessa decisão.

chp/cyj/gma/lda/cc

Mais Internacional