Topo

Macron e Merkel pedem a Putin 'gestos' pelo diálogo na Ucrânia

2019-05-21T20:51:00

21/05/2019 20h51

Paris, 21 Mai 2019 (AFP) - O presidente da França, Emmanuel Macron, e a chanceler alemã, Angela Merkel, pediram na terça-feira (21) ao presidente russo, Vladimir Putin, "que a Rússia faça os gestos necessários para criar condições favoráveis ao diálogo" no leste da Ucrânia, anunciou a Presidência da França.

Os dois líderes europeus "enfatizaram que era hora de tomar decisões para acabar com o conflito no leste da Ucrânia, que afeta as relações entre a Rússia e a União Europeia", de acordo com um comunicado referindo-se a uma conversa telefônica entre os três líderes.

A conversa aconteceu um dia depois da posse como presidente ucraniano do ator Volodimir Zelenski, que herdou um conflito que deixou quase 13 mil mortos em cinco anos. Esta guerra priva a Ucrânia do controle na bacia de carvão e de Donbass e de uma parte da sua fronteira com a Rússia.

Kiev e os ocidentais acusam Moscou de apoiar militarmente os separatistas pró-russos nesses territórios, algo que as autoridades russas rechaçam, apesar das constatações de vários veículos de comunicação, entre eles a AFP.

Os acordos de Minsk do começo de 2015, assinado sob o auspício de Paris, Berlim e Moscou, permitiram reduzir a intensidade dos combates, mas não puseram fim ao conflito nem deram uma solução política.

cs/mf/Sgf/cc/mvv

Mais Internacional