Topo

Ataque do Boko Haram a base militar mata 15 soldados na Nigéria

2019-06-18T18:54:00

18/06/2019 18h54

Kano, Nigéria, 18 Jun 2019 (AFP) - Ao menos 15 soldados morreram em um ataque a uma base militar por combatentes do grupo extremista Boko Haram no nordeste da Nigéria, cenário de uma sangrenta insurreição armada há dez anos, indicaram nesta terça-feira (18) fontes militares.

"Foram encontrados os corpos de 15 soldados" e "ainda são procurados muitos soldados", declarou à AFP um oficial nigeriano que não quis revelar sua identidade.

Homens suspeitos de pertencer ao Grupo Islâmico da África do Oeste (ISWAP, na sigla em inglês), uma facção do grupo Boko Haram, tomaram de assalto na noite de segunda-feira uma base militar nos arredores da cidade de Gajiram, a 80 km da capital regional Maiduguri.

Outra fonte militar consultada por telefone confirmou o número de mortos.

Os extremistas levaram armas e veículos, após terem obrigado a fugir o Exército e incendiado a base, provocando danos importantes, segundo as fontes militares.

No domingo, mais de 30 pessoas morreram e outras 40 ficaram feridas em um triplo atentado suicida atribuído ao Boko Haram no nordeste da Nigéria contra torcedores de futebol.

Após quase dez anos de conflito, a insurreição de jihadistas do Boko Haram deixou 27.000 mortos na Nigéria e mais de 1,7 milhão de pessoas continuam sem poder voltar para casa.

Na região do Lago Chade, onde estão as fronteiras de Chade, Níger e Nigéria, o Grupo Islâmico da África do Oeste conta, segundo a ONU, com 1.500 a 3.500 jihadistas sob a direção do Abu Musab al-Barnaui.

abu-cl/jh/mar/mvv

Mais Internacional