Topo

Conselho militar sudanês pede a manifestantes negociações 'sem condições'

19/06/2019 12h16

Cartum, 19 Jun 2019 (AFP) - O chefe do Conselho de Transição Militar no poder no Sudão pediu aos manifestantes, nesta quarta-feira (19), que mantenham negociações "incondicionais".

As relações entre ambas as partes se deterioraram após a sangrenta dispersão, por parte das forças de segurança do governo, durante um protesto pacífico no início de junho.

Dirigindo-se à Aliança para a Liberdade e para a Mudança (ALC), que na ponta de lança deste movimento de oposição, o general Abdel Fattah al-Burhan convidou "todas as forças políticas" a se sentarem à mesa de diálogo para travar conversas "sem condições".

As declarações de Al-Burhan foram dadas em um pronunciamento à televisão pública.

ab/jds/tgg/on/age/al/tt

Mais Internacional