Topo

EUA pede à Rússia que faça 'justiça' no caso do voo MH17

2019-06-19T22:50:00

19/06/2019 22h50

Washington, 20 Jun 2019 (AFP) - Os Estados Unidos exortaram Moscou nesta quarta-feira a garantir que se fará "justiça" no caso do voo MH17, derrubado em 2014 sobre a Ucrânia, após uma equipe internacional determinar a responsabilidade de três russos e um ucraniano.

"Apelamos à Rússia (...) para que garanta que todos os indivíduos denunciados" atualmente no território russo "sejam levados à Justiça", declarou o chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo.

No dia 17 de julho de 2014, um míssil russo derrubou um Boeing da Malasia Airlines sobre o leste da Ucrânia, em meio ao conflito armado entre separatistas pró-russos e forças ucranianas, matando as 298 pessoas a bordo.

Os investigadores identificaram como culpados os russos Serguei Dubinski, Igor Girkin e Oleg Pulatov, assim como o ucraniano Leonid Karchenko.

Os quatro serão julgados, muito provavelmente à revelia, no tribunal de Schiphol, na Holanda.

AB/iba/lr

Mais Internacional