Topo

Prisão preventiva na França para ex-chefe da ETA Josu Ternera

20/06/2019 19h36

Paris, 20 Jun 2019 (AFP) - O Tribunal de Apelações de Paris ordenou, nesta quinta, prisão preventiva para o ex-líder da hoje dissolvida organização separatista basca armada ETA Jose Antonio Urrutikoetxea, conhecido como "Josu Ternera", cuja extradição foi solicitada pela Espanha, informou a procuradoria.

"Seguindo as recomendações da procuradoria-geral, o presidente da sala de instrução decidiu pôr Jose Antonio Urrutikoetxea em prisão preventiva à espera da análise das solicitações de entrega às autoridades judiciais espanholas que recebeu", afirma um comunicado da procuradoria enviado à AFP.

Uma primeira audiência para examinar estas solicitações será realizada em 26 de junho no Tribunal de Apelações de Paris.

Detido em 16 de maio no sudeste da França após mais de 16 anos foragido, Ternera foi posto sob "detenção judicial" na quarta-feira, em virtude das solicitações da Espanha, imediatamente depois de obter sua libertação sob controle judicial.

A procuradoria de Paris lhe notificou na quinta-feira "uma ordem europeia de detenção e duas solicitações de extradição" das autoridades espanholas, aponta o comunicado.

A ordem europeia de detenção foi lançada por sua "participação em uma organização terrorista" de 2004 a 2007, segundo uma fonte judicial.

edy/meb/ra/db

Mais Internacional