Topo

Banco britânico congela 8 mil contas em campanha contra lavagem de dinheiro

24/06/2019 13h03

Londres, 24 Jun 2019 (AFP) - O grupo bancário britânico Lloyds anunciou, nesta segunda-feira, ter congelado 8.000 contas de clientes expatriados, em uma campanha contra a lavagem de dinheiro.

A entidade tomou esta medida no fim do ano passado devido a uma mudança nas regras sobre lavagem de ativos na ilha britânica de Jersey, sede da divisão internacional do banco, tinha informado antes o jornal Financial Times.

O Lloyds congelou as contas após não conseguir obter detalhes sobre as identidades dos clientes, apesar de diversos pedidos, explicou à AFP um porta-voz do grupo.

"Em janeiro de 2016, começamos a entrar em contato com alguns clientes expatriados do banco para nos garantir de que nos oferecessem informações atualizadas para nossos registros, onde faltava informação dos clientes", disse o porta-voz.

"Isto era necessário para cumprir as normas regulatórias internacionais (...) Infelizmente, quando um cliente não nos ofereceu esta informação, tivemos que congelar sua conta", explicou.

A União Europeia tem exigido maior transparência financeira para combater a lavagem de dinheiro e a evasão fiscal.

bur-rfj/acc/pb/ll

LLOYDS BANKING GROUP

Internacional