Topo

Guerra dos EUA contra Irã 'não duraria muito', garante Trump

2019-06-26T12:16:00

26/06/2019 12h16

Washington, 26 Jun 2019 (AFP) - Os Estados Unidos estariam em uma posição forte em caso de guerra contra o Irã, motivo pelo qual um eventual conflito "não ia durar muito" tempo - declarou o presidente Donald Trump à rede Fox Business News, nesta quarta-feira (26).

Ao ser perguntado sobre o tema, o presidente americano disse esperar que não haja guerra.

"Mas estamos em uma posição muito forte, se uma coisa dessas chegar a acontecer. Estamos em uma posição muito forte e posso dizer que não ia durar muito. E não estou falando de tropas no terreno", garantiu.

Na atual crise com a República Islâmica, que se agravou depois de o Irã derrubar um drone de vigilância dos EUA na semana passada, Trump se mostrou tanto duro quanto conciliador.

Disse que todas as opções estão sobre a mesa e ameaçou adotar novas sanções, mas, ao mesmo tempo, ofereceu a possibilidade de diálogo a Teerã para renegociar o acordo nuclear multilateral. Washington abandonou este pacto no ano passado.

Essa saída é vista como a gênese da deterioração das relações entre os dois países no último ano.

Em meio à escalada de tensão, o presidente iraniano, Hassan Rohani, disse nesta quarta-feira (26) que Irã "não busca a guerra com país algum", nem mesmo com os Estados Unidos.

"O Irã não tem interesse em aumentar a tensão na região e não busca a guerra com país algum, incluindo os Estados Unidos", declarou Rohani, em conversa por telefone com o presidente francês, Emmanuel Macron, segundo a agência oficial de notícias iraniana Irna.

Na terça-feira, o Irã acusou os Estados Unidos de "fecharem de forma permanente a via diplomática" para pôr fim a esta crise.

seb-hr/sdu/lda/piz/tt

Mais Internacional