Topo

Incêndio florestal avança na Espanha em plena onda de calor europeia

27/06/2019 08h52

Barcelona, 27 Jun 2019 (AFP) - Um incêndio florestal avançava sem controle nesta quinta-feira no nordeste da Espanha, com mais de 5.500 hectares queimados, em meio à onda de calor que assola grande parte da Europa, informaram autoridades locais.

Quase 350 bombeiros, 120 militares e quinze unidades aéreas estão lutando para impedir o avanço do incêndio que começou na tarde de quarta-feira no município de 'La Torre del Español', na região nordeste da Catalunha.

"Temos que voltar vinte anos atrás para ter um incêndio de tais características. É uma situação crítica", assegurou à imprensa o chefe de operações do Corpo de Bombeiros, Antonio Ramos.

Apesar de o fogo ter establizado em um de seus flancos, o vento e as altas temperaturas têm provocado a rápida expansão das chamas por um terreno abrupto cheio de barrancos.

A temperatura atual é de 35ºC, mas pode chegar a 40ºC entre hoje e sexta-feira.

O incêndio arrasou 2.500 hectares em apenas seis horas.

"As dificuldades são tão grandes que não podemos falar de um incêndio em fase de controle ou extinção, mas sim de um incêndio que está crescendo", declarou o ministro regional do Interior, Miquel Buch, a uma emissora de rádio local.

Em uma declaração divulgada quarta-feira à noite, o governo regional afirmou que este é "um dos piores incêndios dos últimos 20 anos, com um potencial (de afetar) 20.000 hectares".

A principal hipótese sobre a sua origem é o "acúmulo de esterco em uma fazenda que gerou calor suficiente para explodir e gerar faíscas", disse Buch.

Trinta pessoas tiveram que deixar suas casas e cinco estradas estão fechadas, disse o governo regional.

As chamas se espalham por uma área de cultivo de frutas, oliveiras e vinhedos no vale do Ebro, uma das áreas mais afetadas pelas altas temperaturas na Espanha.

A poucos quilômetros da origem do incêndio está a usina nuclear de Ascó, mas parece improvável que as chamas a atinjam, uma vez que estão se movendo na direção oposta e do outro lado do rio Ebro.

O incêndio coincide com uma onda de calor que atinge grande parte da Europa, com termômetros marcando níveis recordes em muitas partes do continente.

A onda de calor deve piorar entre quinta e sexta-feira, com temperaturas superiores a 40 °C em países como França, Espanha ou Grécia.

O recorde de temperatura foi batido na Alemanha, com 38,6ºC nas cidades de Coschen e Bad Muskau.

mbx-dbh/pmr/pb/mr

Mais Notícias