Topo

Guterres condena bombardeio de hospitais na Síria

11/07/2019 23h29

Nações Unidas, Estados Unidos, 12 Jul 2019 (AFP) - O secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, condenou energicamente nesta quinta-feira os ataques aéreos no noroeste da Síria, após ser informado de que quatro unidades de saúde foram bombardeadas em apenas um dia.

Um centro de ambulâncias, uma clínica e dois hospitais, incluindo o de Maarat al Numan, um dos maiores da região, foram atacados na quarta-feira, segundo o grupo sírio União de Atenção Médica e Organizações de Socorro.

"Os civis e a infraestrutura civil, incluindo instalações médicas, devem estar protegidos", disse Guterres por intermédio de seu porta-voz.

O comunicado destaca que as Nações Unidas informaram as coordenadas do hospital de Maarat al Numan aos beligerantes.

"As partes em conflito devem respeitar suas obrigações segundo o direito internacional humanitário", disse Guterres, acrescentando que os autores do ataque devem ser responsabilizados.

cml/mdl/lr

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional