Topo

Pompeo visitará América Latina com imigração e Irã na agenda

16/07/2019 15h45

Washington, 16 Jul 2019 (AFP) - O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, viaja esta semana por quatro países da América Latina, onde pressionará os governos locais a reduzirem a imigração irregular e a combaterem o terrorismo "apoiado pelo Irã" - anunciou Washington nesta terça-feira (16).

De 19 a 21 de julho, Pompeo visitará Buenos Aires, Guayaquil (Equador), Cidade do México e San Salvador "para fortalecer ainda mais nossas alianças no Hemisfério Ocidental em torno dos desafios regionais e globais", disse o Departamento de Estado em um comunicado.

Pompeo visitará a região no momento em que o presidente Donald Trump toma medidas polêmicas para prender e expulsar imigrantes, oriundos, principalmente, da América Central. Nesse novo fluxo migratório, essas pessoas fogem da insegurança e da pobreza em seus países.

No domingo (21), Pompeo se reúne com o chanceler mexicano, Marcelo Ebrard. O encontro acontece depois de o governo Trump ter anunciado uma norma que restringe a possibilidade de os migrantes poderem solicitar asilo nos Estados Unidos, se chegarem pelo México. A medida foi rejeitada pelo governo de Andrés Manuel López Obrador.

Também no domingo, o secretário de Estado visitará o presidente salvadorenho, Nayib Bukele. Junto com Guatemala e Honduras, El Salvador é um dos três países centro-americanos de onde procede a maioria dos milhares de migrantes que chegaram à fronteira sul dos EUA nos últimos meses.

Pompeo começa a viagem na sexta-feira, na Argentina. Lá, reúne-se com o presidente Mauricio Macri, um aliado de Washington. No sábado, o secretário americano irá ao Equador, onde se encontrará com o presidente Lenin Moreno, no porto de Guayaquil.

Antes e depois da viagem pela América Latina, Pompeo fará duas paradas em solo americano.

Na quinta, irá a Porto Rico se reunir com os funcionários do Departamento de Estado envolvidos na recuperação do furacão Maria. E, na próxima segunda-feira, Pompeo dará um discurso em Orlando, na Flórida, para a organização de veteranos de guerra Veterans of Foreign Wars.

sct-ad/ltl/tt

Mais Internacional