Topo

Iraniana britânica presa no Irã é internada em hospital psiquiátrico

17/07/2019 09h39

Londres, 17 Jul 2019 (AFP) - A iraniana britânica Nazanin Zaghari-Ratcliffe, presa no Irã desde 2016 por traição, foi transferida para o serviço psiquiátrico de um hospital em Teerã, onde é vigiada pela Guarda Revolucionária, denunciou sua família em Londres nesta quarta-feira.

"Pode ser que isso seja o prelúdio de sua libertação, mas também é possível que aconteça outra coisa", alertou seu marido, Richard Ratcliffe, à rádio BBC 4.

O britânico pedia há algun tempo que sua esposa recebesse tratamento médico, mas agora está preocupado.

A mulher de 40 anos foi transferida da prisão de Evin para o hospital Imam Khomeini na segunda-feira. Segundo os parentes, não há informações sobre que tipo de tratamento ela receberá e por quanto tempo.

Funcionária da Thomson Reuters Foundation, ligado à agência de notícias britânica-canadense de mesmo nome, Nazanin Zaghari-Ratcliffe foi presa em 3 de abril de 2016 no aeroporto de Teerã, na companhia de Gabriella, sua filha de 22 meses, depois de ter visitado sua família.

Em setembro de 2016, ela foi condenada a cinco anos de prisão por participar de manifestações em 2009 contra o regime e acusada de querer derrubá-lo, o que ela nega.

Londres ainda não conseguiu obter sua libertação.

clw/acc/zm/cn

Internacional