Topo

Novo vídeo mostra Trump em festa com Epstein nos anos 90

17/07/2019 13h41

Washington, 17 Jul 2019 (AFP) - Um novo vídeo que mostra Donald Trump festejando com Jeffrey Epstein, com um grupo de líderes de torcida, no clube Mar-a-Lago veio à tona nesta quarta-feira, apesar de o mandatário americano afirmar que só conhecia o empresário acusado de agredir sexualmente menores de idade.

A NBC News anunciou que tinha encontrado em seus arquivos um vídeo de 1992 de Trump em um clube de Palm Beach, Florida, dando boas-vindas ao magnata Jeffrey Epstein, e os dois homens parecem falar sobre as mulheres, que dançam à sua frente.

A certa altura do vídeo, quando Trump dança com as líderes de torcida do time Buffalo Bills, o mandatário aponta para uma delas e parece comentar com a Epstein o que achou a mulher.

O vídeo foi gravado para o programa "A Closer Look", da NBC, nessa época, para um episódio sobre o estilo de vida de Trump, que tinha acabado de se divorciar de sua primeira mulher, Ivana Trump, um ano antes de se casar com Marla Maples.

O apreço de Trump por festas com mulheres atraentes nesta época é conhecido, e nenhuma das mulheres do vídeo parece ser menor de idade.

O presidente negou ser próximo de Epstein, que, em 2008, se declarou culpado na Flórida de uma acusação estadual por solicitar prostituição a uma menor e foi preso em 8 de julho, acusado de exploração sexual de dezenas de mulheres adolescentes.

Trump admitiu conhecer Epstein, e, em uma entrevista em 2002, disse que era um "homem fantástica" que "gosta tanto de mulheres bonitas quanto eu". Mas, na semana passada, disse que eles não se falavam há 15 anos, após uma briga.

"Conhecia ele como todos em Palm Beach conheciam", garantiu Trump. "Não era seu fã".

pmh/dw/lp/ll/cc

Mais Internacional