Topo

Toledo seguirá detido nos EUA durante processo de extradição para o Peru

19/07/2019 16h22

Los Angeles, 19 Jul 2019 (AFP) - O ex-presidente peruano Alejandro Toledo permanecerá detido nos Estados Unidos durante o processo de extradição para seu país, onde é acusado de corrupção pela investigação do caso Odebrecht.

Abraham Simmons, porta-voz do Ministério Público Federal disse à AFP que o juiz Thomas S. Hixson "ordenou que Toledo permanecesse sob custódia" durante o processo. A decisão foi informada em audiência nesta sexta-feira (19) em um tribunal federal em San Francisco.

Toledo, que ocupou a Presidência do Peru entre 2001 e 2006, foi detido na terça-feira passada nos Estados Unidos para ser extraditado, acusado pela procuradoria anticorrupção de seu país de ter recebido 20 milhões de dólares da construtora brasileira em troca da licitação da rodovia Interoceânica, que une o Peru ao Brasil.

Os promotores argumentaram que existia um risco de fuga do ex-presidente, que no momento da prisão trazia numa maleta 40 mil dólares em espécie.

Twitter

Internacional