Topo

Eritreu é baleado durante agressão xenófoba na Alemanha

23/07/2019 06h50

Berlim, 23 Jul 2019 (AFP) - Um eritreu de 26 anos foi baleado na segunda-feira em uma pequena cidade do oeste da Alemanha, em um ataque "claramente xenófobo", informou nesta terça-feira o Ministério Público de Frankfurt.

O autor dos disparos, um alemão de 55 anos que atirou no jovem de dentro do seu carro numa rua em Wächtersbach, cidade próxima de Frankfurt, fugiu antes de cometer suicídio.

A polícia o encontrou algumas horas depois do ataque. Ele morreu quando estava sendo transportado para o hospital.

O eritreu foi o alvo dos tiros por causa da "cor de sua pele", afirmou o promotor Alexander Badle, durante uma coletiva de imprensa.

Não há "evidências confiáveis da existência de uma ligação (entre o autor) e o movimento de extrema-direita. Mas continuaremos a investigar o seu ambiente", acrescentou.

Segundo Spiegel, objetos que indicam que ele pertenceria ao movimento de extrema-direita foram encontrados pela polícia.

A polícia apreendeu cinco armas, todas declaradas, durante buscas na casa e no carro deste homem, que não tinha ficha criminal.

Ele havia vendido uma sexta arma pouco antes de seu ataque.

Uma carta também foi encontrada, sem que seu conteúdo tenha sido revelado.

O jovem eritreu, atingido no estômago, foi operado à noite e, de acordo com a polícia, seu quadro de saúde estabilizou-se.

dac/alf/jhd/mr

Mais Internacional