Topo

EUA testam míssil de médio alcance após deixar tratado com a Rússia

19/08/2019 14h43

Washington, 19 Ago 2019 (AFP) - Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira que testaram um míssil convencional de médio alcance, depois de sua retirada do tratado internacional INF no início deste mês.

O teste foi um sucesso e aconteceu no domingo às 14h30 local (06h30 de Brasília) na ilha de San Nicolas, na costa da Califórnia, oeste do país, informou o Pentágono em um comunicado.

"O míssil testado abandonou sua rampa de lançamento e atingiu com precisão seu alvo depois de mais de 500 km de voo", acrescentou a nota.

"Os dados coletados e as lições aprendidas com este teste darão ao Departamento de Defesa as informações necessárias para o desenvolvimento de novas armas de médio alcance", concluiu o Pentágono.

Os Estados Unidos e a Rússia romperam no dia 2 de agosto o tratado de desarmamento nuclear INF, assinado no final da Guerra Fria, em uma decisão que reacende o medo de uma corrida armamentista entre as potências mundiais.

O Tratado de Armas Nucleares de Alcance Intermediário (INF, sigla em inglês) de 1987 limitava o uso de mísseis de alcance intermediário (500 a 5.500 km), tanto convencionais quanto nucleares.

Após o anúncio, o Pentágono informou que os Estados Unidos iriam acelerar o desenvolvimento de novos mísseis terra-ar.

O secretário de Defesa, Mark Esper, disse disse então que os americanos haviam iniciado pesquisas sobre esses sistemas de mísseis em 2017, embora permanecessem dentro dos limites do tratado INF.

Esse pacto permitiu, na década de 1980, a eliminação dos mísseis russos SS20 e Pershing, protagonistas da crise dos euromísseis.

sl/pmh/ft/lda/gma/cn

Mais Notícias