Topo

Chanceler do Canadá vai a Cuba para discutir a crise na Venezuela

22/08/2019 18h45

Ottawa, 22 Ago 2019 (AFP) - A ministra das Relações Exteriores do Canadá, Chrystia Freeland, anunciou nesta quinta-feira que vai a Cuba na próxima semana para discutir a crise na Venezuela e o apoio de Havana ao governo do presidente do país sul-americano, Nicolás Maduro.

Freeland vai se encontrar no dia 28 de agosto com o chanceler cubano Bruno Rodríguez, com quem já analisou o tema no início de junho em Toronto.

"Acreditamos que é importante explorar todos os caminhos possíveis para uma resolução da situação (na Venezuela)", disse Freeland numa coletiva de imprensa ao lado do secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, de visita em Ottawa.

O Canadá não reconhece o mandato de Maduro por considerá-lo fruto de eleições fraudulentas e apoia, ao lado dos Estados Unidos e cerca de 50 países, o líder opositor Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela.

Cuba é um dos principais aliados de Maduro, que segue no poder com apoio dos militares do país, apesar da pressão internacional liderada por Washington.

Pompeo comentou: "Sempre falamos que não pode haver eleições livres e justas enquanto Maduro estiver no poder. E continuamos trabalhando para atingir esse objetivo em nome do povo venezuelano".

O gabinete de Freeland disse que a viagem a Cuba abordará vários assuntos urgentes, incluindo a ajuda humanitária à Venezuela e a compra de petróleo do país sul-americano por parte de Havana.

amc-ad/ll/lca

Mais Notícias