Topo

Incêndios no sul da Califórnia mostram sinais de desaceleração

13/10/2019 13h04

Washington, 13 Out 2019 (AFP) - Os incêndios violentos no sul da Califórnia mostraram sinais de desaceleração neste domingo (13), enquanto os bombeiros continham quase metade do incêndio mais forte do estado, que se alastrou rapidamente pelo vale de San Francisco.

No início da manhã de domingo, o incêndio de Saddleridge estava contido em 41%, segundo as autoridades, e consumiu 3.200 hectares a cerca de 32 quilômetros ao norte do centro de Los Angeles.

As ordens de evacuação foram suspensas no sábado, depois de 100.000 pessoas terem sido forçadas a fugir de suas casas.

O incêndio destruiu 76 imóveis e matou uma mulher de 89 anos, que não conseguiu escapar das chamas.

Um homem de 50 anos também morreu de ataque cardíaco enquanto lutava para salvar sua casa, de acordo com os bombeiros.

Cerca de 1.000 bombeiros, apoiados por helicópteros que jogam água e aviões que liberam retardantes de fogo, combateram o incêndio que obrigou o fechamento de várias grandes rodovias.

Os incêndios florestais no sul da Califórnia eclodiram quando a maior empresa de serviços públicos do estado, a Pacific Gas & Electric (PG&E), implementou apagões de energia que afetavam cerca de dois milhões de pessoas no norte.

As interrupções foram realizadas para reduzir a ameaça de incêndio que pode ser desencadeada por linhas derrubadas pelos ventos fortes.

to/dw/aa/tt

Notícias