Topo

UE exige fim da ofensiva turca no norte da Síria

17/10/2019 22h06

Bruxelas, 18 Out 2019 (AFP) - Os líderes europeus reafirmaram que a Turquia deve "por fim" à ofensiva contra os curdos no norte da Síria, após a trégua de cinco dias anunciada por Ancara.

"O Conselho Europeu toma nota do anúncio de Estados Unidos e Turquia sobre a pausa em todas as operações militares", destacaram os 28 líderes europeus em uma declaração publicada na madrugada desta sexta-feira.

A União Europeia exorta "novamente a Turquia a por fim a sua ação militar, a retirar suas tropas e a respeitar o direito internacional humanitário", declararam os líderes ao final do primeiro dia da reunião em Bruxelas.

Segundo os europeus, esta ofensiva "unilateral" turca provoca "sofrimento humano", "mina" a luta contra o grupo Estado Islâmico e "ameaça" a segurança europeia.

O grupo recordou sua decisão de suspender a exportação de armas à Turquia.

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, anunciou na quinta-feira que a Turquia suspenderá por cinco dias sua ofensiva contra o norte da Síria para permitir a retirada das forças curdas, após o qual o cessar-fogo será permanente.

A ofensiva contra as Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas já deixou quase 500 mortos, incluindo uma centena de civis, e deslocou mais de 300 mil pessoas, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

tjc/ahg/lr

Notícias