Topo

Coreia do Norte denuncia na ONU atitude dos EUA e Coreia do Sul

11/11/2019 21h00

Nações Unidas, Estados Unidos, 12 Nov 2019 (AFP) - A Coreia do Norte denunciou nesta segunda-feira (11) no fórum da Assembleia Geral da ONU a atitude dos Estados Unidos e da Coreia do Sul, que Pyongyang disse que seriam os únicos responsáveis pela falta de progresso em direção a uma solução pacífica na península.

"Durante o ano passado, a Coreia do Norte seguiu de boa fé seus esforços por uma paz duradoura na península coreana", abstendo-se de "realizar testes nucleares e de mísseis balísticos intercontinentais por mais de 20 meses", disse o embaixador norte-coreano na ONU, Kim Song, durante uma sessão sobre o relatório anual da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea).

Esta atitude "é a manifestação mais clara do nosso desejo sincero ... de responder ao desejo da comunidade internacional por paz e estabilidade", acrescentou.

Mas o diplomata norte-coreano lamentou que "a península coreana não saiu do círculo vicioso de tensões, completamente atribuível às provocações políticas e militares dos Estados Unidos".

A relação entre as duas Coreias também não progrediu, disse Kim Song. "Isso é atribuível ao jogo duplo das autoridades sul-coreanas", que, na sua opinião, mostra um desejo de paz no cenário mundial, mas nos bastidores "eles estão equipados com armas ofensivas ultramodernas e organizam exercícios militares conjuntos com os Estados Unidos" dirigidos contra a Coreia do Norte".

prh/sdu/llu/mps/lca

Notícias