Topo

México concede asilo político a Evo Morales

11/11/2019 18h54

México, 11 Nov 2019 (AFP) - O governo do México informou nesta segunda-feira que concedeu asilo político a Evo Morales, que renunciou à presidência da Bolívia neste domingo, por considerar que "sua vida e sua integridade correm perigo", anunciou o chanceler mexicano, Marcelo Ebrard.

"Há alguns minutos recebi um telefonema do presidente Evo Morales. Ele solicitou formal e verbalmente asilo político em nosso país", disse Ebrard em uma breve mensagem à imprensa.

"A ministra do Interior "Olga Sánchez Cordero decidiu conceder asilo político ao senhor Evo Morales (...) sua vida e sua integridade correm risco", acrescentou.

O chanceler destacou que o governo mexicano aceitou o pedido "por razões humanitárias" de maneira imediata e por considerar que "a vida e a integridade" física do político correm risco.

Ebrard explicou que o governo mexicano informará ao Senado sobre a situação na Bolívia e notificará o ministério boliviano do Exterior sobre a oferta de asilo com o objetivo de conseguir o salvo conduto para que Morales viaje ao México.

O chanceler não especulou quando ocorrerá a viagem de Morales ao México ou se o governo mexicano enviará um avião oficial à Bolívia.

No domingo, em mensagem no Twitter, Ebrard informou que 20 funcionários e legisladores bolivianos já estavam refugiados na embaixada do México em La Paz.

Nesta segunda-feira, o funcionário acrescentou que já "são muitos" os bolivianos que pediram asilo na embaixada mexicana.

O chanceler não revelou quem são ou o destino destes outros refugiados.

sem-jhb/rsr/mls/cc

Notícias