PUBLICIDADE
Topo

Biden se irrita em comício com ataques contra seu filho e sua idade

05/12/2019 20h54

Washington, 5 dez 2019 (AFP) - O ex-vice-presidente e pré-candidato democrata às eleições de 2020 nos Estados Unidos Joe Biden reagiu nesta quinta-feira com veemência às acusações contra seu filho Hunter e de que não tem mais idade para concorrer à presidência, durante um comício em Iowa.

Um agricultor de 83 anos que estava entre o público no comício, na localidade de New Hampton, acusou Biden de "enviar" seu filho para trabalhar na Ucrânia, dando margem para os ataques do presidente republicano, Donald Trump.

O homem disse ainda que Biden, 77 anos, era "muito velho" para concorrer à presidência.

"Você é um maldito mentiroso, homem", respondeu Biden em um momento de raiva incomum para este político tranquilo, chamado por Trump de "Sleepy Joe" ("Joe Dorminhoco").

Hunter Biden integrou entre 2014 e 2019 a diretoria da empresa de gás ucraniana Burisma, onde recebia um salário mensal de 50 mil dólares, segundo a imprensa americana.

"Não sou sedentário", disse Biden para rebater a afirmação do agricultor de que está velho para concorrer à presidência. "A razão para me candidatar é exatamente porque já estou há muito tempo nisto, sei mais do que a maioria e posso realizar as coisas".

"Quer ver se estou em forma, vamos fazer flexões juntos, homem. Vamos correr, o que você quiser. Um teste de coeficiente intelectual".

O agricultor respondeu que não votará mais em Biden, que reagiu: "eu sei, você está muito velho".

Biden lidera a média de pesquisas nacionais na corrida pela indicação democrata à presidência, à frente de Elizabeth Warren e Bernie Sanders.

Notícias