PUBLICIDADE
Topo

Estrasburgo recorda vítimas de atentado

11/12/2019 22h06

Estrasburgo, França, 12 dez 2019 (AFP) - Com velas nas janelas e o badalar de sinos, a cidade de Estrasburgo, no nordeste da França, prestou homenagem nesta quarta-feira às vítimas do atentado que deixou cinco mortos e uma dezena de feridos há um ano.

Às 19H45 (15H45 Brasília), na hora exata do atentado, todas as igrejas da cidade e dos municípios vizinhos tocaram seus sinos, durante cinco minutos.

Os moradores da cidade foram incentivados a colocar velas nas janelas de suas casas.

"Há um ano, o ódio nos atingiu" e "inocentes foram arrasados" pela "barbárie", disse o ministro francês do Interior, Christophe Castaner, durante a cerimônia celebrada sob intensa chuva na zona do centro histórico, onde Cherif Chekatt, um criminoso fichado como radical islâmico, realizou o massacre, em 11 de dezembro de 2018.

Armado com uma faca e um revólver, Checkatt, 29 anos, matou cinco pessoas e feriu uma dezena. A polícia procurou o assassino durante dois dias e finalmente uma patrulha o liquidou.

Chekatt havia jurado lealdade ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

"Vocês eram de todas as idades e vinham de todo o mundo", disse Castaner ao recordar os cinco mortos no atentado: um aposentado de Estrasburgo, um turista tailandês, um mecânico de origem afegã, um jornalista italiano e um morador local de origem polonesa.

A cerimônia ecumênica e multicultural foi realizada na catedral de Estrasburgo, com a presença de cerca de 900 pessoas.

Notícias