PUBLICIDADE
Topo

Explosão de caminhão-tanque deixa oito mortos em Lima

23.jan.2020 - Bombeiros caminham em frente a casas destruídas pela explosão de caminhão-tanque em Lima - AFP
23.jan.2020 - Bombeiros caminham em frente a casas destruídas pela explosão de caminhão-tanque em Lima Imagem: AFP

Lima

24/01/2020 14h04

O número de mortos pela explosão de um caminhão-tanque em Lima ontem aumentou para oito hoje após a morte de quatro pessoas com queimaduras extensas, informou o Ministério da Saúde.

Três crianças estão entre as vítimas da explosão do caminhão que transportava gás liquefeito no distrito de Villa El Salvador, perto da Vila Pan-Americana que abrigou milhares de atletas durante os Jogos de Lima no ano passado.

Entre os pacientes que morreram nas primeiras horas desta sexta-feira, há um jovem de 17 anos e um homem de 38, os quais apresentavam queimaduras em 100% do corpo.

A ministra da saúde, María Elizabeth Hinostroza, afirmou que vários pacientes queimados se encontram em estado "muito grave". "Estão recebendo todo o apoio (médico), mas a primeira semana é crítica", contou à imprensa.

A explosão deixou 48 feridos, incluindo sete crianças em estado grave, segundo informou o diretor do Instituto de Saúde, Ricardo Zopfi, à rádio RPP.

A explosão foi causada por um vazamento de gás de petróleo liquefeito no caminhão devido ao desprendimento de uma mangueira de combustível, quando o veículo passou por uma lombada projetada para reduzir a velocidade.

O fogo se espalhou rapidamente para várias casas nesta área populosa.

"Os incêndios foram registrados em pelo menos 14 casas após a explosão", contou Alfonso Panizo, comandante do Corpo de Bombeiros.

Internacional