PUBLICIDADE
Topo

Cancelado alerta de tsunami após terremoto de magnitude 7,7 no Caribe

Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) gerou alerta de tsunami na região do Caribe após terremoto de 7,7 na escala Richter - Reprodução/USGS
Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) gerou alerta de tsunami na região do Caribe após terremoto de 7,7 na escala Richter Imagem: Reprodução/USGS

Havana (Cuba)

28/01/2020 19h15

A ameaça de tsunami foi descartada após um terremoto de magnitude 7,7 no Caribe, anunciou hoje o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico, com sede no Havaí, Estados Unidos.

"Com base em todas as informações disponíveis, a ameaça de tsunami deste terremoto passou e não há ameaças adicionais", informou o órgão, que havia alertado previamente sobre a "possibilidade de perigosas ondas de tsunami para a costa situada dentro dos 300 quilômetros do epicentro do terremoto", atingindo Jamaica, Belize, Cuba, Honduras, México e Ilhas Cayman.

Em Cuba, o forte tremor foi sentido em várias províncias e provocou a retirada de pessoas de edifícios de Havana, onde não foram registrados danos.

"O terremoto foi notado em várias províncias, como Guantánamo, Santiago de Cuba, Holguín, Las Tunas (leste), Cienfuegos (centro), Havana, Pinar del Río e o município especial da Ilha da Juventude (oeste), segundo registros dos moradores em redes sociais, afirmou o site Cubadebate.

Na capital cubana, o tremor foi perceptível em vários prédios da cidade, que foram imediatamente despejados, inclusive onde ficam localizados os escritórios da AFP e de outras agências de notícias estrangeiras.

Segundo o informe do USGS, o terremoto foi registrado a 10 km de profundidade às 19H10 GMT (16h10 de Brasília), 125 km a noroeste de Lucea, na Jamaica, e a 140 km ao sudoeste da localidade cubana de Niquero, na província de Granma (este).

Este é o segundo terremoto perceptível em Cuba este ano. Em 24 de janeiro, a rede de estações do Serviço Sismológico Nacional registrou um movimento 37 km a sudeste da cidade de Caimanera, na província leste de Guantánamo, com magnitude de 4,2 na escala Richter.

O terremoto desta terça-feira também foi sentido em Miami, Flórida, no sudeste dos Estados Unidos, de acordo com a imprensa americana.

O jornal Jamaica Observer, com sede em Kingston, disse que o sismo foi sentido em boa parte da ilha e durou vários segundos.

Internacional