PUBLICIDADE
Topo

Novo Parlamento toma posse no Uruguai, encerrando domínio da esquerda

15/02/2020 19h40

O novo Parlamento uruguaio iniciou seu período legislativo neste sábado (15) com a posse de deputados e senadores eleitos nas eleições gerais de outubro, encerrando a maioria que a esquerda mantinha em ambas as casas nos últimos 15 anos.

"A todos os deputados e senadores da @PNACIONAL e o restante da coalizão um abraço especial e meus agradecimentos pelo que vamos construir. Meus desejos de sucesso também para todos e todos os legisladores do país", afirmou no Twitter o presidente eleito Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional (PN, centro-direita), que assumirá o cargo em 1º de março.

Atualmente no governo, a Frente Ampla (FA, esquerda) manterá 13 cadeiras de um total de 30 no Senado e 42 de 99 na Câmara dos Deputados. Embora continue a ter a maior bancada, estará em desvantagem contra os votos conjuntos da nova coalizão de cinco forças lideradas pelo PN e também composta pelo Partido Colorado (PC, liberal), Partido Independente (PI, social-democrata), Partido do Povo (PG, direita) e Cabildo Aberto (CA, direita).

O mandato do Legislativo dura cinco anos.

Por ser o titular da lista mais votada do partido mais votado (FA), o ex-presidente José Mujica, eleito senador, presidirá a Câmara Alta e a Assembleia Geral até 1º de março, quando a vice-presidente Beatriz Argimón tomará seu lugar.

Nesse dia, o presidente Tabaré Vázquez entregará o comando a Lacalle Pou, encerrando três mandatos consecutivos de governo da FA, todos com maioria parlamentar.

Notícias