PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Sudão do Sul aceita reivindicação da oposição

15/02/2020 11h42

Juba, 15 Fev 2020 (AFP) - O presidente Salva Kiir anunciou neste sábado sua decisão de retornar ao sistema federal de dez estados no Sudão do Sul, uma exigência da oposição que abre caminho para a formação de um governo de unidade e o fim de uma sangrenta guerra civil.

"Viemos fazer um compromisso pelo interesse da paz. Espero que a oposição faça o mesmo", disse Kiir, ao final de uma reunião em Juba de autoridades do governo e oficiais militares.

Kiir e o chefe rebelde Riek Machar estão sob pressão para resolver suas diferenças antes do prazo de 22 de fevereiro estabelecido para formar um governo de unidade sob um acordo de paz.

O número de estados regionais e o traçado de suas fronteiras eram os principais obstáculos às negociações.

Em duas ocasiões, Riek e Machar falharam em respeitar o prazo para formar um governo de unidade que encerre a guerra civil que deixou mais de 380.000 mortos desde 2013 e causou uma crise humanitária.

Quando conquistou a independência do Sudão em 2011, o Sudão do Sul tinha dez estados. Então Kiir elevou seu número para 28 e depois para 32, em uma decisão vista como uma maneira de aumentar o número de aliados em posições de responsabilidade.

str-pjm/mar/mis/mr