PUBLICIDADE
Topo

Trump culpa democratas e nega interferência da Rússia na eleição de 2020

21/02/2020 14h36

Washington, 21 Fev 2020 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou de "farsa" montada por seus adversários democratas, nesta sexta-feira (21), um relatório das agências de Inteligência americanas, segundo o qual a Rússia está interferindo nas eleições de 2020 no país.

O documento foi divulgado durante uma sessão a portas fechadas no Congresso americano.

"Outra campanha de desinformação está sendo lançada pelos democratas do Congresso, dizendo que a Rússia prefere a mim a qualquer outro candidato dos democratas que não fazem nada", tuitou Trump.

"Farsa número 7!", sentenciou, sem explicar a que se referia com este número.

Os congressistas democratas expressaram novas preocupações, depois de receberem um informe confidencial do então diretor interino de Inteligência Nacional Joseph Maguire.

No documento, o funcionário estaria advertindo que a Rússia voltou a intervir nas eleições presidenciais nos EUA, com a esperança de ajudar Trump a conseguir seu segundo mandato.

O jornal "The New York Times" informou que Trump recriminou Maguire na semana passada pelo fato de a reunião ter acontecido e, na quinta-feira, o diretor foi afastado do cargo.

Trump já havia manifestado seu incômodo, depois que a comunidade de Inteligência expressou, publicamente, que a Rússia interferiu na campanha de 2016 - inclusive com estratégias de manipulação das redes sociais - para apoiar a campanha de Trump frente à sua então adversária democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

bur-an/mps/tt

Notícias