PUBLICIDADE
Topo

Trump ataca duas juízas da Suprema Corte dos EUA

Mandel Ngan/AFP
Imagem: Mandel Ngan/AFP

25/02/2020 16h47

Washington, 25 Fev 2020 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lançou um ataque verbal contra duas juízas da Suprema Corte com supostas inclinações esquerdistas, a quem pediu que se excluam de qualquer caso vinculado a ele por suposta parcialidade.

Trump direcionou esses comentários às juízas Ruth Bader Ginsburg e Sonia Sotomayor, que fazem parte do tribunal máximo nos EUA. No próximo 31 de março, a Suprema Corte receberá o caso sobre as declarações de renda que o milionário nega divulgar, um assunto sensível diante das eleições presidenciais em novembro.

Em mensagem publicada no Twitter, Trump repetiu alegações feitas por um comentarista da Fox News, que disse que Sotomayor teria acusado seus colegas mais conservadores da corte de favorecerem Trump.

"Dizer algo assim é algo terrível. Tentando 'amedrontar' alguns para que votem como ela quer?", escreveu Trump sobre Sotomayor.

"Ela nunca criticou a juíza Ginsburg quando me chamou de 'falso'. Ambas deveriam se abster dos julgamentos relacionados a Trump", acrescentou.

O presidente, que se encontra em visita oficial à Índia, insistiu sobre o tema nesta terça em uma coletiva de imprensa.

"Sempre acreditei, francamente, que a juíza Ginsburg deveria (se retirar do caso) porque perdeu o controle durante a campanha", disse Trump, que complementou seu discurso dizendo que os dizeres da magistrada foram "muito inapropriados".

Notícias