PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: após 4 mortes em navio, Panamá libera passagem de cruzeiro

O navio de cruzeiro Zaandam - AFP
O navio de cruzeiro Zaandam Imagem: AFP

28/03/2020 20h37

O governo do Panamá autorizou a passagem pelo Canal do Panamá do transatlântico Zaandam, que se encontra em águas do país, após a morte de quatro passageiros e a infecção de dois ocupantes pelo novo coronavírus.

"Diante da situação da embarcação, assessores e o Ministério da Saúde, em coordenação com a Autoridade do Canal do Panamá (ACP), reavaliaram a medida atendendo ao regulamento sanitário para oferecer uma ajuda humanitária que lhe permita prosseguir até seu destino", informou o governo do Panamá, advertindo que "nenhum passageiro ou tripulante poderá desembarcar em solo panamenho".

A embarcação zarpou de Buenos Aires em 7 de março, com 1,8 mil pessoas a bordo, e foi surpreendida por fechamentos sucessivos de fronteiras e portos. O navio pretendia atravessar o canal e seguir até o estado americano da Flórida.

A companhia Holland America Line anunciou ontem que quatro passageiros idosos haviam morrido no navio durante o cruzeiro, sem informar a causa, e que outros dois estavam infectados com o novo coronavírus. Segundo a empresa, 53 passageiros e 85 tripulantes reportaram sintomas de gripe ao centro médico da embarcação.

A empresa começou hoje a transferir um grupo de pessoas do Zaandam para o Rotterdam, que saiu de San Diego, Estados Unidos, até o Panamá para ajudar com suprimentos, funcionários e kits de teste do novo coronavírus.

"Foi iniciada a transferência de passageiros assintomáticos do Zaandam para o Rotterdam, através de botes", informou a Autoridade Marítima do Panamá em sua conta no Twitter.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Coronavírus