PUBLICIDADE
Topo

Campeão olímpico cubano de luta livre no Rio, Borrero está com coronavírus

Ismael Borrero é o primeiro atleta infectado na ilha - Xinhua/S Valery/TASS/ZUMAPRESS
Ismael Borrero é o primeiro atleta infectado na ilha Imagem: Xinhua/S Valery/TASS/ZUMAPRESS

Da AFP, em Havana

31/03/2020 20h56

O campeão olímpico cubano de luta livre, Ismael Borrero, está com o novo coronavírus, assim como outros três oficiais do Instituto Cubano de Esportes (Inder), conforme anunciou o órgão na terça-feira (31).

O lutador de 28 anos, campeão olímpico na Rio-2016 e bicampeão mundial — em Las Vegas, 2015, e no Cazaquistão, 2019 — tornou-se o primeiro atleta cubano a ser diagnosticado com esse vírus na ilha.

Até terça-feira, Cuba acumulou 186 casos confirmados da covid-19 e seis mortes.

Borrero está internado em um hospital em Santiago de Cuba e apresenta "uma evolução clínica estável", disse Inder em um comunicado, publicado em seu jornal digital Jit.

O lutador, uma figura ilustre nos esportes cubanos, voltou à ilha em meados deste mês, depois de participar do Pan-Americano em Ottawa, Canadá, onde conquistou o título na categoria de 67 kg no estilo greco-romano.

Um juiz de judô, um professor de remo e um fisioterapeuta também tiveram resultados positivos. Outro grupo que participou da pré-olímpica canadense, de 13 a 15 de março, está sob vigilância.

O jogador de vôlei Javier Jiménez, do clube Saaremaa VK na Estônia, se tornou há alguns dias o primeiro atleta cubano que vive fora da ilha a contrair a covid-19, apesar de já ter se recuperado, explicou ele à mídia cubana.

Coronavírus