PUBLICIDADE
Topo

Quatro mortos durante incêndio em asilo em Moscou

09/04/2020 08h43

Moscou, 9 Abr 2020 (AFP) - Quatro pessoas morreram e pelo menos seis ficaram feridas no incêndio em um asilo localizado no oeste de Moscou, anunciaram as autoridades russas nesta quinta-feira.

Segundo um comunicado do Comitê de Investigação russo, cerca de 50 pessoas estavam no prédio quando o incêndio começou na quarta-feira.

"Quatro pessoas morreram e seis feridos foram transferidos para hospitais por intoxicação", acrescentou a organização, que disse que o número de feridos não era definitivo.

Uma fonte do serviço de emergência disse à agência de notícias Interfax esta manhã que quinze residentes com entre 66 e 90 anos foram hospitalizados, alguns em estado grave. Quatro foram colocados em respiração artificial.

O Comitê de Investigação abriu um processo criminal por "negligência que resultou em morte".

Explosões ou incêndios acidentais e letais são relativamente comuns na Rússia devido à obsolescência das infraestruturas ou da falta de cumprimento das normas de segurança.

A casa de repouso privada "Terceira Idade", onde ocorreu o incêndio, é nova e se apresenta em seu site como uma residência "de luxo".

Segundo Ria Novosti, o incêndio afetou o porão e o térreo de um prédio nesta casa de repouso. Um vice-prefeito de Moscou, citado pela agência, Piotr Birioukov, indicou que a explosão de uma caldeira poderia estar na origem do incêndio.

O prefeito de Moscou, Serguei Sobyanin, citou no Twitter um curto-circuito no porão como a causa da tragédia.

tbm/alf/lch/mr

Notícias