PUBLICIDADE
Topo

Rússia adia cúpula do Brics e de países asiáticos

27/05/2020 13h27

Moscou, 27 Mai 2020 (AFP) - A Rússia anunciou nesta quarta-feira (27) o adiamento sem data de duas cúpulas previstas para final de julho: a dos países emergentes do grupo Brics e a da Organização para Cooperação de Xangai (SCO, na sigla em inglês), que reúne países asiáticos.

Devido à pandemia do novo coronavírus, as reuniões foram adiadas, e "novas datas serão determinadas de acordo com a evolução futura da situação epidemiológica nos Estados-Membros e no mundo", afirmou o Kremlin em um comunicado.

O Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, enquanto a SCO é composta por Rússia, China, os ex-países soviéticos da Ásia Central, além de Índia e Paquistão.

Ambas as cúpulas aconteceriam de 21 a 23 de julho, em São Petersburgo. A última reunião do Brics em nível presidencial foi em novembro de 2019, no Brasil.

As fortes disparidades econômicas dos membros do grupo e suas profundas diferenças em torno de questões como Venezuela, ou mudança climática, testaram a relevância e a coerência do bloco.

O Brasil é o segundo país mais afetado no mundo pela pandemia em número de casos, com mais de 391.000 infecções detectadas e 24.512 óbitos. Já a Rússia registra mais de 370.000 casos e 3.968 mortes.

pop/alf/avz/jz/pc/tt

Notícias