PUBLICIDADE
Topo

Fórum de Davos é mantido para janeiro de 2021

03/06/2020 13h27

Genebra, 3 Jun 2020 (AFP) - O Fórum Econômico Mundial anunciou nesta quarta-feira que organizará sua reunião em Davos, nos Alpes suíços, em janeiro de 2021, apesar da pandemia de coronavírus.

Esta 51ª reunião do Fórum, que reúne chefes de Estado e de governo e líderes empresariais e da sociedade civil a cada ano, terá uma "configuração sem precedentes que incluirá diálogos em pessoa e videoconferência", disseram seus organizadores em comunicado.

O anúncio foi feito pelo fundador do fórum, Klaus Schwab, em uma reunião virtual, seguida de declarações do príncipe Charles, do secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, e da diretora-geral do FMI, Kristalina Georgieva.

Após a pandemia de COVID-19, confirma-se que "devemos considerar essa tragédia humana como um sinal de alerta", disse o chefe da ONU, citado em comunicado.

Ele pediu a construção de "economias e sociedades mais igualitárias, inclusivas e duráveis, mais resistentes a pandemias, mudanças climáticas e muitos outros desafios que estamos enfrentando globalmente".

Após a pandemia "sabemos que a mudança climática pode ser a próxima catástrofe global que trará consequências ainda mais dramáticas para a humanidade", disse Klaus Schwab, também citado no comunicado.

É necessário "um novo contrato social que honre a dignidade de cada ser humano", acrescentou Schwab, que enfatizou que a crise da saúde revelou que "nosso sistema anterior em termos de coesão social, ausência de oportunidades iguais e inclusão não é sustentável".

apo/rjm/pcm/eg/mb/mr