PUBLICIDADE
Topo

Buscas prosseguem após acidente em mina que deixou 166 mortos em Mianmar

03/07/2020 06h36

Hpakant, Mianmar, 3 Jul 2020 (AFP) - As equipes de emergência de Mianmar prosseguiam nesta sexta-feira com as operações de busca de desaparecidos após um gigantesco deslizamento de terra na véspera em uma mina de jade do norte do país, uma tragédia que deixou mais de 160 mortos.

Esta é a maior catástrofe registrada na indústria de jade em Mianmar, um setor pouco regulamentado e no qual as condições de trabalho são muito perigosas.

Até o momento foram encontrados 166 corpos e 54 feridos foram levados para hospitais da região, de acordo com os bombeiros.

A busca por corpos continua, mas é prejudicada pelas chuvas torrenciais.

Parentes das vítimas seguiram até o local da tragédia para identificar os corpos.

Dezenas de trabalhadores pertenciam à etnia rakhine, segundo o Partido Nacional de Arakan (ANP).

A tragédia aconteceu na região de Hpakant, perto da fronteira com a China, de difícil acesso e onde os deslizamentos de terra são frequentes.

hla-sde/cac/bc/es/fp