PUBLICIDADE
Topo

GNA da Líbia denuncia ataques "estrangeiros" em base-chave

05/07/2020 15h10

Trípoli, 5 Jul 2020 (AFP) - O Governo de União Nacional líbio(GNA), reconhecido pela ONU e com sede em Trípoli, denunciou neste domingo ataques aéreos realizados por caças "estrangeiros" contra uma de suas principais bases no oeste do país em conflito.

"O bombardeio de ontem à tarde [sábado] da base de Al Watiya foi perpetrado por uma aviação covarde estrangeira que apoiava o criminoso de guerra [Haftar] em uma tentativa desesperada de obter uma vitória moral", disse o vice-ministro da Defesa do GNA, Salah Al Namrush.

Ele não especificou a que país estrangeiro a aviação pertencia, mas prometeu em comunicado uma "resposta dissuasiva, no momento e no lugar certos".

Em maio, as forças do GNA apreenderam a Base Aérea de Al Watiya, localizada a 140 quilômetros a sudoeste de Trípoli, mantida por tropas rivais do marechal Jalifa Haftar.

Com o apoio militar turco, forças pró-governo recuperaram toda a região noroeste da Líbia nos últimos meses, derrotando a ofensiva das forças leais a Haftar lançada em abril de 2019 em Trípoli.

Desde a tomada da base de Al Watiya, os apoiadores de Haftar acusam o GNA de entrega-la às forças do aliado turco.

Segundo a mídia leal a Haftar, citando fontes militares, os ataques de sábado foram realizados por "aviões desconhecidos" e atingiram um sistema de defesa aérea turco instalado na base.

De acordo com a mesma fonte, soldados turcos estavam entre as vítimas.

Na Turquia, a agência de imprensa Anadolu, citando um oficial militar anônimo do GNA, informou que "aviões não identificados atacaram a base de Al Watiya, sem deixar vítimas".

Esta informação não pôde ser verificada por fontes independentes.

bur-ila/tp/bc/eg/jc