PUBLICIDADE
Topo

Erdogan anuncia primeira oração muçulmana na Santa Sofia em 24 de julho

10/07/2020 16h27

Istambul, 10 Jul 2020 (AFP) - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta sexta-feira(10) que as primeiras orações coletivas muçulmanas serão realizadas no dia 24 de julho no templo Santa Sofia, convertido em mesquita, mas que o local permanecerá aberto a visitantes de todas as religiões.

"Faremos juntos as orações de sexta-feira em Hagia Sophia no dia 24 de julho e, portanto, será aberta aos cultos", disse Erdogan em um discurso.

Ele acrescentou que a antiga basílica, uma das principais atrações turísticas de Istambul, "permanecerá aberta a todos, turcos e estrangeiros, muçulmanos e não muçulmanos".

Erdogan anunciou a abertura da antiga basílica depois que um tribunal anulou seu status de museu, abrindo caminho para sua conversão em mesquita.

A Unesco "lamentou profundamente a decisão, tomada sem diálogo prévio", disse a diretora da organização, Audrey Azoulay, em nota divulgada nesta sexta-feira.

A Igreja Ortodoxa Russa também lamentou que a "preocupação" de "milhões de cristãos" não tenha sido ouvida pela justiça turca.

A Grécia considerou a decisão "uma provocação aberta ao mundo civilizado".

O Conselho de Estado, o mais alto tribunal administrativo da Turquia, aceitou nesta sexta-feira o pedido de várias associações e revogou a decisão do governo de 1934, que conferia à Hagia Sophia status de museu.

fo-ezz/glr/eg/pc/jc