PUBLICIDADE
Topo

Hong Kong fechará escolas após novos casos de coronavírus

10/07/2020 10h05

Hong Kong, 10 Jul 2020 (AFP) - Hong Kong fechará todas as escolas depois que o território registrou um aumento dos contágios locais do novo coronavírus, informou nesta sexta-feira o secretário de Educação da cidade.

O governo ordenou o fechamento de todas as escolas a partir de segunda-feira, antecipando o início das férias de verão, anunciou Kevin Yeung.

Hong Kong registrou nos últimos dias um "aumento exponencial" de casos locais de COVID-19.

Nesta sexta-feira o território contabilizou 38 novos casos confirmados, 32 deles locais.

O aumento dos contágios preocupa especialmente as autoridades do território de 7,5 milhões de habitantes, que até o momento havia conseguido frear os contágios locais.

A vida estava em ritmo normal na cidade, onde o confinamento nunca foi decretado.

Hong Kong foi um dos primeiros locais do mundo afetado pelo coronavírus no início do ano, depois da detecção da doença na China.

Os novos focos virais foram localizados na terça-feira. Entre os locais estão uma casa de repouso, com 32 casos, e um edifício com 11 pessoas infectadas.

Ao menos 21 novas infecções dos últimos cinco dias não têm origem conhecida, o que significa que as autoridades não conseguem determinar como se propaga o vírus.

As escolas do território fecharam no fim de janeiro, quando o coronavírus foi detectado. Reabriram de forma progressiva a partir de maio.

Desde o início da epidemia, Hong Kong registra 1.403 casos de COVID-19, com sete mortes.

Os residentes da cidade, traumatizados pela epidemia de SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em 2003, que deixou 299 mortos, usaram máscaras e observaram o distanciamento social recomendado.

yz/rma/es/af/fp