PUBLICIDADE
Topo

Veredicto do caso do assassinato de ex-premiê libanês Hariri será anunciado em agosto

10/07/2020 14h09

Haia, 10 Jul 2020 (AFP) - O Tribunal Especial para o Líbano (TSL), encarregado do processo pelo assassinato do ex-primeiro-ministro sunita Rafiq Hariri em um ataque a carro-bomba em 2005, dará o veredicto esperado em 7 de agosto, informou o tribunal na sexta-feira.

O TSL, apoiado pela ONU, "emitiu hoje uma ordem para o pronunciamento público do veredicto" contra quatro supostos membros do movimento xiita do Hezbollah, julgados à revelia, segundo o comunicado.

O bilionário Hariri, que era o primeiro-ministro libanês até sua renúncia em 2004, foi morto em fevereiro de 2005, quando um homem explodiu um carro bomba ao lado da caravana em uma estrada costeira em Beirute.

Outras 21 pessoas morreram e 226 ficaram feridas no ataque, levantando suspeitas da participação da Síria, que sempre teve grande poder no país.

Devido à pandemia de coronavírus, o veredicto será entregue com "participação virtual parcial", afirmou o tribunal.

dk/jhe/erc/pc/cc