PUBLICIDADE
Topo

Peru alcança recorde de 12.000 hospitalizados com COVID-19

15/07/2020 22h04

Lima, 16 Jul 2020 (AFP) - O Peru, segundo país da América Latina com mais casos de COVID-19, atrás apenas do Brasil, alcançou nesta quarta-feira (15) o recorde de mais de 12.000 hospitalizados com o vírus, informou o ministério da Saúde.

Nos hospitais peruanos há 12.048 pacientes com o novo coronavírus, segundo o novo balanço do ministério, 86 a mais que na véspera, que também havia sido um recorde.

O Peru, que colocou em prática um processo gradual da suspensão do confinamento após mais de 100 dias de quarentena obrigatória, registrou nesta quarta-feira 337.724 casos de COVID-19, com 3.857 novas contaminações na últimas 24 horas.

Há algumas semanas, o sistema de saúde do país está à beira do colapso, enquanto o número de hospitalizados aumenta substancialmente.

Os sindicatos da área da saúde denunciam a falta de recursos para seus profissionais, em um país onde a pandemia já matou 84 médicos.

O número de mortes por coronavírus subiu para 12.417, segundo novo balanço, 188 a mais que na terça-feira. O Peru tem o terceiro maior número de falecimentos pela pandemia na região, ficando atrás apenas de Brasil e México.

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, nomeou nesta quarta-feira uma nova ministra da Saúde, Pilar Mazzetti, a terceira pessoa a ocupar o cargo desde o início da pandemia, em março.

"Nosso país tem muitas deficiências na saúde e sabemos disso, não são de agora, não são deste governo nem do anterior", declarou em coletiva de imprensa Mazzetti.

"Esta pandemia é uma oportunidade, porque agora sim estão olhando para nós e prestando atenção", completou a nova ministra, um renomada neurologista que encabeçava a assessoria do governo para assuntos relacionados ao combate contra a COVID-19.

fj/cm/gma/am