PUBLICIDADE
Topo

Interpol apreendeu 20 milhões de produtos farmacêuticos contrabandeados desde fevereiro

16/07/2020 14h53

Lyon, 16 Jul 2020 (AFP) - Quase 20 milhões de produtos farmacêuticos de contrabando, desde analgésicos e corticoides até luvas e máscaras, foram apreendidos desde fevereiro no Oriente Médio e no norte da África, em uma operação coordenada pela Interpol.

"A pandemia de coronavírus foi uma oportunidade para os criminosos, que aproveitaram a alta demanda do mercado por equipamentos de proteção e produtos de higiene", afirma em um comunicado a organização de cooperação policial internacional com sede em Lyon (França).

Em 2018, a primeira fase desta operação, chamada Qanoon, terminou com a apreensão de 1,5 milhão de unidades de produtos médicos, uma quantidade insignificante se comparada aos 20 milhões apreendidos este ano, de 1o de fevereiro até 1o de abril.

Isso confirma a tendência observada em uma operação global liderada pela Interpol em março, diz a organização.

Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbia, Marrocos, Catar e Arábia Saudita participaram dessas apreensões em seus aeroportos, portos, armazéns, áreas suburbanas, farmácias e outros locais de venda.

cha/fga/lp/es/af/aa