PUBLICIDADE
Topo

Estudantes são detidos em Hong Kong sob lei de segurança nacional

29/07/2020 21h55

Hong Kong, 30 Jul 2020 (AFP) - Quatro estudantes de Hong Kong, envolvidos em um grupo pró-independência recentemente dissolvido, foram detidos pela polícia nesta quarta-feira (29) sob a nova lei de segurança nacional. Segundo a polícia, os três homens e a mulher, com idades entre 16 e 21 anos, são suspeitos de "organizar e incitar a secessão".

Essas são as primeiras prisões de figuras políticas públicas desde que entrou em vigor a polêmica lei, imposta pelo regime comunista de Pequim em seu território semiautônomo em 30 de junho. A norma penaliza "subversão, secessão, terrorismo e conluio com forças estrangeiras".

"Nossas fontes e nossa investigação mostram que o grupo anunciou recentemente nas redes sociais a criação de uma organização que defende a independência de Hong Kong", afirmou aos jornalistas Li Kwai-wah, agente da nova unidade de segurança nacional da polícia de Hong Kong.

O Student Localism, um grupo de defesa da independência que foi dissolvido em junho, disse que seu ex-líder Tony Chung, de 19 anos, é uma das pessoas presas. Dois outros ex-integrantes da organização foram identificados por autoridades políticas e a mídia local.

A oposição pró-democracia de Hong Kong teme que a lei resulte na perda de liberdades para os 7,5 milhões de habitantes da ex-colônia britânica, que foi reassumida pela China em 1997.

yz-jta/sst/ch/mp/plh/jvb/yow/ic/mvv