PUBLICIDADE
Topo

Madri amplia nesta sexta-feira zonas com mobilidade restrita

23/09/2020 09h56

Madri, 23 Set 2020 (AFP) - Epicentro da pandemia na Espanha, Madri vai ampliar, a partir de sexta-feira (25), as áreas da região com restrições à mobilidade de seus moradores, para tentar conter a segunda onda da covid-19 - anunciaram as autoridades sanitárias nesta quarta-feira (23).

Desde segunda-feira (21), os habitantes de várias áreas da região da capital, cerca de 850 mil pessoas, podem sair de seus bairros apenas para trabalhar, ir ao médico, ou levar os filhos à escola. Agora, essas restrições serão impostas em outros lugares, afirmou o vice-ministro regional da Saúde, Antonio Zapatero.

"Sim", respondeu Zapatero, em uma entrevista coletiva, ao ser questionado se novas áreas serão restritas.

Segundo ele, os dados epidemiológicos ainda estão sendo "estudados e analisados", e as novas áreas serão anunciadas na manhã de sexta-feira.

Madri "tem uma situação de crescimento sustentado" da epidemia, reconheceu Zapatero, acrescentando que, ainda assim, busca-se "evitar o confinamento de Madri", devido às "trágicas consequências para os setores econômicos e sociais".

Esse foi o impacto decorrente dessa medida imposta no período de março a junho, quando todos os espanhóis estiveram sob um estrito confinamento que permitiu controlar a primeira onda do vírus.

Na terça-feira, o ministro espanhol da Saúde, Salvador Illa, recomendou que toda a população da região de Madri, de 6,6 milhões de habitantes, limitasse seus movimentos ao "essencial", já que a situação na capital é a " mais preocupante "do país.

Madri acumulou mais de 202.600 casos confirmados e 9.129 mortes durante a pandemia. Em ambos os casos, isso representa um terço do total para toda Espanha.

As áreas com limitação da mobilidade - onde também são mantidos fechados os parques, e bares e restaurantes têm capacidade e horários limitados - apresentam uma incidência nos últimos 14 dias de mais de 1.000 casos a cada 100.000 habitantes, triplicando o registro no conjunto do território.

A Espanha é um dos países europeus mais afetados pela pandemia da covid-19.

du/mg/zm/tt