PUBLICIDADE
Topo

Suíços rejeitam por ampla maioria limitar a livre circulação com a UE, segundo projeções

27/09/2020 08h17

Genebra, 27 Set 2020 (AFP) - A grande maioria dos eleitores suíços rejeitou em referendo, neste domingo (27), reduzir drasticamente a migração procedente da União Europeia (UE), o que colocaria em risco suas relações com o bloco, segundo as primeiras projeções.

Cerca de 63 % dos eleitores suíços votaram não à iniciativa lançada pelo primeiro partido do país, a União Democrática do Centro (UDC), de encerrar o Acordo da Livre Circulação de Pessoas (ALCP) assinado em 1999 com a UE, segundo pesquisas feitas após o fechamento da votação.

nl/vog/me/es/aa