PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Cidade chinesa organiza três milhões de testes de covid-19 em dois dias

População da cidade chinesa de Qingdao faz teste em massa para detecção do coronavírus - STR/AFP
População da cidade chinesa de Qingdao faz teste em massa para detecção do coronavírus Imagem: STR/AFP

13/10/2020 06h16

Pequim, 13 Out 2020 (AFP) - As autoridades chinesas organizaram três milhões de testes de diagnóstico em dois dias em Qingdao (leste), cidade de nove milhões de habitantes que iniciou uma grande campanha de testes após a descoberta de um pequeno foco de contágios de coronavírus.

"Às 8h de 13 de outubro, a cidade havia recolhido 3.078.528 de mostras", anunciou a comissão municipal de saúde.

Nas ruas da cidade portuária, onde é produzida a famosa cerveja "Tsingtao", era possível observar longas filas de pessoas aguardando pelo teste.

As autoridades instalaram barracas de campanha em diversos pontos da cidade e mobilizaram profissionais da saúde.

Qingdao detectou um foco de 12 casos positivos, seis deles totalmente assintomáticos, de acordo com as autoridades locais.

Dos mais de três milhões de testes realizados, "recebemos o resultado de um total de 1.107.883 e não detectamos nenhum caso positivo", afirmou a comissão municipal de saúde.

O objetivo das autoridades é que em cinco dias todos os habitantes da cidade sejam submetidos ao teste, mas os resultados podem demorar um pouco. A capacidade de organizar campanhas de testes de diagnóstico de tal magnitude contrasta com a limitada capacidade de exames na maioria dos países.

A China, origem do novo coronavírus, afirma que seu território está livre da covid-19. A cada dia o país anuncia uma dezena de novos casos, a grande maioria de pessoas que viajaram ao exterior.

Coronavírus