PUBLICIDADE
Topo

Balanço mundial da pandemia de covid-19 neste sábado

24/10/2020 09h13

Paris, 24 Out 2020 (AFP) - A pandemia de coronavírus deixa ao menos 1.145.847 mortos no mundo desde que o escritório da OMS na China anunciou a aparição da doença em dezembro, segundo um balanço realizado pela AFP neste sábado (24) às 08h00 de Brasília com base em fontes oficiais.

Desde o início da pandemia, mais de 42.262.290 pessoas contraíram a doença. Delas, ao menos 28.754.900 se recuperaram, segundo as autoridades.

Este número de casos diagnosticados positivos reflete apenas uma parte do total de casos devido às diferentes políticas dos diferentes países de diagnóstico. Alguns só o fazem com aqueles que precisam de hospitalização e, em grande parte dos países pobres, a capacidade de testes é limitada.

Na sexta-feira, foram registrados no mundo 6.366 novas mortes e 482.954 casos. Os países com mais mortos segundo os últimos balanços oficiais são Estados Unidos com 880, Índia (650) e Brasil (571).

A quantidade de mortes nos Estados Unidos aumentou para 223.998 com 8.494.044 casos. As autoridades consideram que 3.375.427 pessoas se recuperaram.

Depois dos Estados Unidos, os países com mais vítimas mortais são Brasil com 156.471 mortos e 5.353.656 casos, Índia com 117.956 mortos (7.814.682 casos), México com 88.312 mortos (880.775 casos) e Reino Unido com 44.571 mortos (830.998 casos).

Entre os países mais afetados, o Peru registra a maior taxa de mortalidade, com 103 mortes a cada 100.000 habitantes, seguido pela Bélgica (92), Espanha (74) e Bolívia (74). A China, sem considerar os territórios de Hong Kong e Macau, registrou um total de 85.775 infectados, dos quais 4.634 morreram e 80.876 se recuperaram totalmente.

Neste sábado às 08h00 de Brasília e desde o início da pandemia, América Latina e Caribe totalizam 389.304 óbitos (10.830.540 casos), Europa 260.198 (8.499.613), Estados Unidos e Canadá 233.882 (8.705.087), Ásia 164.802 (10.088.549), Oriente Médio 55.719 (2.405.639), África 40.930 (1.698.937) e Oceania 1.012 (33.934).

Este balanço foi realizado com base em dados das autoridades nacionais coletados pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Devido às correções das autoridades e à divulgação tardia dos dados, o aumento dos números publicados nas últimas 24 horas pode não corresponder exatamente aos do dia anterior.

bur-rbj/mar/aa