PUBLICIDADE
Topo

Três membros do partido governista em Nova Délhi morrem em ataque na Caxemira indiana

30/10/2020 07h25

Srinagar, Índia, 30 Out 2020 (AFP) - Três membros do partido nacionalista hindu que governa Nova Délhi morreram em um ataque de supostos rebeldes separatistas na Caxemira indiana, o que eleva a nove o número de dirigentes do partido assassinados desde julho neste território disputado com o Paquistão.

Os criminosos abriram fogo na quinta-feira contra um automóvel que transportava os três membros do Partido Bharatiya Janata (BJP). Nenhum grupo reivindicou o ataque, mas a polícia classificou o ato como um "crime terrorista".

Os grupos rebeldes intensificaram os ataques contra os partidários do primeiro-ministro Narendra Modi desde que o governo indiano revogou a autonomia da Caxemira em agosto de 2019, com medidas estritas de segurança no território, onde a internet foi cortada por vários meses.

Em julho e agosto, seis membros do BJP morreram em vários tiroteios na Caxemira. Ao menos 16 ativistas abandonaram o partido por medo.

O ataque de quinta-feira aconteceu dois dias depois da aprovação por Nova Délhi de uma nova lei que permite, pela primeira vez, a qualquer cidadão indiano comprar terras na Caxemira indiana.

A Caxemira é disputada entre Índia e Paquistão e está afetada por uma insurreição separatista há 30 anos.

pzb/tw/bfm/lch/ia/mis/es/fp