PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Presidente da Bolívia destitui ministro que contratou ex-companheira

O presidente da Bolívia, Luis Arce, que tomou posse no dia 8 de novembro - EPA
O presidente da Bolívia, Luis Arce, que tomou posse no dia 8 de novembro Imagem: EPA

Da AFP, em La Paz (Bolívia)

01/12/2020 20h55

O presidente boliviano, Luis Arce, destituiu hoje um ministro que contratou como braço direito uma ex-companheira, responsabilizada por promover uma demissão em massa de funcionários públicos.

"É imprescindível que os valores e princípios revolucionários estejam em primeiro lugar. Não podemos, em nenhum momento, abandonar a ética e os valores e princípios", declarou o presidente durante ato público na casa presidencial.

Arce, apoiado pelo ex-presidente Evo Morales e que assumiu o cargo no mês passado, substituiu o ministro de Desenvolvimento Rural e Terra Wilson Cáceres por Edwin Ronald Characayo.

Segundo a imprensa local, Cáceres teria contratado sua mulher como chefe de gabinete. A advogada, que atuava como braço direito do ministro, promoveu a demissão de funcionários da pasta.

O agora ex-ministro buscou esclarecer que a advogada não era sua mulher, e sim uma ex-companheira. No último fim de semana, ele pediu desculpas e afirmou que a havia demitido.

Internacional